Fazer uma avaliação auditiva anual é sempre uma boa ideia, não importa o quão bem você esteja ouvindo, mas se você sofre de enxaqueca, pode ser ainda mais prudente você visitar um especialista a área auditiva rapidamente. Estudos mostram que aqueles que sofrem de dores de cabeça de enxaqueca têm um risco maior de desenvolver perda auditiva. Outros estudos indicam que os sofredores de enxaqueca também são duas vezes mais propensos a sofrer perda súbita de audição neurossensorial.

O que são enxaquecas?

O cérebro de uma pessoa que sofre de enxaqueca é bioquimicamente diferente do cérebro de uma pessoa sem essa doença, que pode ser genética e geralmente afeta mais mulheres do que homens. Embora os ataques de enxaqueca sejam conhecidos como dores de cabeça primárias, seus sintomas diferem das dores de cabeça normais. Os sintomas mais comuns são:

  • Dor latejante e pulsante
  • Sensibilidade à luz
  • Sensibilidade ao som
  • Náusea
  • Dor de um lado
  • Mudanças na visão
  • Aura (vendo pontos brilhantes, flashes ou linhas em ziguezague)
  • Vômito

As enxaquecas podem durar de 4 horas a vários dias. Sintomas e disparadores variam de acordo com o indivíduo.

Perda auditiva

Então, o que uma doença neurológica tem a ver com sua audição? Muito, de acordo com um estudo realizado por pesquisadores do Departamento de Neurologia e Psicologia do Hospital da Universidade de Assiut no Egito. Suas descobertas foram publicadas no American Journal of Otorrinolaringologia. 

Usando testes eletrofisiológicos, eles analisaram a função da cóclea e as vias auditivas de enxaqueca em comparação com aqueles que não tiveram a doença e descobriram que dois terços das pessoas que sofrem de enxaqueca tinham uma ou mais anormalidades. O teste incluiu o teste de emissão otoacústica, que mede o eco produzido pelas vibrações das células ciliadas na cóclea quando estimulado e o teste de resposta auditiva do tronco encefálico, que mede a resposta do cérebro ao som. Os pesquisadores sugerem que essas anormalidades podem ser o resultado do fornecimento de sangue comprometido ao sistema auditivo devido aos ataques de enxaqueca.

Isso é significativo porque as células ciliadas sensoriais na cóclea dependem de circulação saudável para funcionar corretamente. Uma diminuição na circulação poderia eventualmente causar danos estas células ciliadas, ou até mesmo a morte destas células, o resultado disse seria a perda de audição neurossensorial.

Perda súbita de audição neurossensorial

Além disso, um estudo realizado por pesquisadores do Hospital Geral de Veteranos de Taipei em Taiwan descobriu que pessoas que sofrem de enxaqueca são quase duas vezes mais propensas a desenvolver uma condição rara conhecida como perda súbita da audição neurossensorial. Os indivíduos afetados por esta condição normalmente experimentam uma perda rápida e inexplicada de audição em uma ou ambas as orelhas, o que pode ocorrer imediatamente, ou ao longo de vários dias.

A perda auditiva repentina é considerada uma emergência médica e requer cuidados imediatos.

De acordo com o Instituto Nacional de Surdez e Outros Transtornos da Comunicação, estima-se que audição neurossensorial afeta apenas um em cada 5.000 por ano. Normalmente, estes são adultos entre as idades de 40-50; uma causa para a condição é identificável em apenas 10-15 por cento dos casos relatados.

Tratamento

Os planos de tratamento para enxaquecas variam de acordo com o indivíduo, bem como a gravidade e frequência da dor. Os especialistas recomendam que você mantenha um diário de suas enxaquecas e todos os seus sintomas para que o especialista possa fazer um diagnóstico adequado.

Caso experimente uma perda súbita de audição, procure ajuda imediatamente de um profissional de saúde auditivo em nossas unidades. Se você é diagnosticado com doença de enxaqueca, certifique-se de que seu plano de tratamento inclua um teste de audição anual, informe nossos especialistas de sua condição para que possam monitorar sua saúde auditiva de acordo. Visite nossas unidades!


Fontes:
American Journal of Otorrinolaringologia

Instituto Nacional de Surdez e Outros Transtornos da Comunicação